Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Saúde Semanal

Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. E, como técnica auxiliar de saúde, aqui estou para ajudar.

Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. E, como técnica auxiliar de saúde, aqui estou para ajudar.

Saúde Semanal

04
Nov18

Tensão Pré-Menstrual

Flor

 

 

Os dias que antecedem a menstruação podem ser incómodos. Mas não tem de ser assim: com algumas alterações no estilo de vida e, se necessário, com ajuda médica, é possível gerir os sintomas e passar por essa altura do mês com maior tranquilidade.

 

O QUE É A TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM)?

Trata-se de um vasto conjunto de sintomas, físicos, psicológicos e emocionais que podem anteceder a menstruação, manifestando-se entre uma a duas semanas antes. Pela quantidade e variedade de sintomas, fala-se mesmo em síndrome pré-menstrual. Calcula-se que três em quatro mulheres sejam afetadas, sendo que a intensidade dos sintomas possa variar entre um ligeiro desconforto a queixas que podem interferir seriamente com a qualidade de vida. É entre os 30 e os 40 anos que esta síndrome se acentua, cessando, naturalmente, com a gravidez e com a menopausa.

 

COMO SE MANIFESTA?

Podemos dividir os sintomas em dois campos: o físico e psicológico, por um lado, e emocional ou comportamental, por outro. No primeiro, as manifestações da tensão pré-menstrual podem incluir:

  • Dor de cabeça;
  • Fadiga;
  • Dor nas articulações;
  • Retenção de líquidos;
  • Flatulência;
  • Prisão de ventre e/ou diarreia;
  • Surtos de acne;
  • Menor tolerância à luz e ao ruído;
  • Tensão mamária.

Já no segundo caso, são expetáveis sinais como:

  • Alterações de humor;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Choro sem razão aparente;
  • Alterações no apetite;
  • Insónia;
  • Redução do desejo sexual;
  • Dificuldade de concentração;
  • Tendência para o isolamento.

 

O QUE A CAUSA?

Não há uma causa específica, ainda que tenham sido identificados alguns fatores que podem estar relacionados com a TPM. As hormonas são a causa mais provável, uma vez que os sintomas acompanham os ciclos menstruais e cessam quando estes também desaparecem. Por outro lado, alterações químicas no cérebro, associadas a menores níveis de serotonina — a “hormona da felicidade” —, parecem desencadear os sintomas. Estes podem ainda ser agravados quando em quadros de depressão. No entanto, não é esta condição que dá origem à TPM.

 

E TEM TRATAMENTO?

Não havendo uma causa específica, também não existe um tratamento direcionado. A profilaxia é dirigida ao alívio dos sintomas, nomeadamente com medicamentos que atuam sobre a dor, como os anti-inflamatórios não esteroides e diuréticos, que ajudam a prevenir a retenção de líquidos, e com antidepressivos, de modo a estabilizar o humor. Por outro lado, os contracetivos orais são muitas vezes recomendados, uma vez que inibem a ovulação, atenuando alguns dos sintomas.

 

É POSSÍVEL PREVENIR?

Não inteiramente, sobretudo devido à influência das hormonas. No entanto, com simples ajustes no estilo de vida, é possível atenuar e, em alguns casos, evitar alguns dos sintomas. Experimente:

  • Alterar a dieta — faça refeições mais ligeiras e frequentes de modo a diminuir a flatulência e o inchaço abdominal. Reduza o sal na confeção e nos alimentos, prevenindo, desta forma, a retenção de líquidos. Prefira também alimentos ricos em hidratos de carbono complexos, como as massas e o arroz (sobretudo integrais), leguminosas e pão escuro, alimentos ricos em cálcio (laticínios, espinafres ou brócolos), e evite a cafeína, o álcool e o tabaco.
  • Faça exercício físico — 30 minutos diários de caminhada, bicicleta ou natação melhoram a saúde em geral e aliviam sintomas como a fadiga e o estado de humor depressivo.
  • Reduzir o stress — mais fácil dizer do que fazer, mas importante para diminuir os sintomas de TPM. Durma as horas recomendadas e, se necessário, recorra a massagens de relaxamento, meditação ou ioga.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D