Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença. E para sua saúde, aqui estou para ajudar. Todas as semanas, novos posts são publicados e se algum lhe interessar, contacte para mais informações.

01
Jun 09

Cerca de 70% do nosso corpo é composto por água e, quem sabe se não é por essa razão que este líquido vital é o melhor remédio natural que existe. Para além disso, ajuda a emagrecer e é um grande aliado da nossa pele.

 
 
 
COMO CUIDA DA SUA SAÚDE
·         Combate o cancro. Uma ingestão insuficiente de água aumenta o risco de padecer de cancro da bexiga e do cólon porque fomenta a concentração de substâncias tóxicas nestes órgãos. Uma ingestão adequada de água reduz o risco.
·         Combate as infecções. Beber entre cinco a oito copos de água por dia reduz a produção de pedras nos rins e a probabilidade de infecções urinárias. Para além disso, mantém as mucosas do sistema respiratório convenientemente hidratadas, e diminui o risco de infecções virais como a gripe. A água também ajuda a limitar a incidência de ataques de asma.
·         Cuida da boca. A saliva, que contém substâncias antibacterianas, diminui se não bebermos água. Isto favorece a presença de bactérias que provocam gengivites, cáries e outras doenças da boca.
 
MANTÉM O SEU PESO
·         Regula o metabolismo das gorduras. Uma ingestão insuficiente de água faz com que os depósitos de gordura aumentem, devido a um funcionamento incorrecto do fígado, responsável por metabolizar as gorduras e convertê-las numa fonte de energia para o organismo.
·         Ajuda-a a ficar saciada. A água tem um efeito saciante e, portanto, incita-nos a comer menos. Para além disso, como a água que bebemos está a uma temperatura mais baixa do que a corporal, o organismo tem de queimar calorias para poder aquecê-la.
·         Evita a retenção de líquidos. Quando o corpo recebe pouca água interpreta-o como uma ameaça para a sua sobrevivência e compensa essa carência retendo líquidos. Para o evitar, basta fornecer-lhe toda a água de que precisa.
 
E AINDA POR CIMA, EMBELEZA-A
·         Trava o envelhecimento. Com o passar dos anos, o nosso organismo perde cada vez mais água, o que afecta, sobretudo, a pele. No entanto, se bebermos o suficiente, o equilíbrio entre a água que possuímos e a que perdemos é assegurado, e a pele mantém-se jovem durante mais tempo.
·         Reforça a função protectora da pele. Para que se possa defender de agentes prejudiciais como o sol, o frio, o vento, a poluição ou as infecções, é fundamental que a pele mantenha um grau óptimo de humidade. Caso contrário, fica debilitada e exposta a todo o tipo de agressões, que a tornam irritável e sensível.
 
Uma água para cada necessidade
A água mineral distingue-se das outras águas pelo seu conteúdo em minerais. Devemos analisar bem a sua composição para escolher aquela que é mais benéfica para o nosso caso.
1.    DIURÉTICAS — Águas com baixos níveis de sódio. Têm um reduzido conteúdo neste mineral (menos de 20 mg/l), pelo que são ideais para pessoas que sofrem de retenção de líquidos, hipertensão, doenças cardiovasculares ou problemas hepáticos.
2.    INFANTIS — Águas de mineralização débil. A sua reduzida quantidade de cálcio (menos de 150 mg/l) faz delas a melhor escolha para a preparação de alimentos infantis (leites e papas).
3.    DIETAS POBRES — Águas de mineralização forte. Águas com resíduo seco superior a 1500 mg/l, muito ricas numa grande variedade de minerais, pelo que são recomendadas para pessoas com carências nutricionais causadas por uma alimentação pobre.
4.    APERITIVAS — Águas carbónicas. O conteúdo do gás pode ser natural ou acrescentado, e serve para estimular o apetite.
5.    DIGESTIVAS — Águas bicarbonatadas. Com mais de 600 mg/l de bicarbonatos, têm um efeito neutralizante sobre a secreção gástrica, reduzindo a acidez.
6.    PARA A ANEMIA — Águas ferruginosas. Com um conteúdo de 1 mg/l de ferro, combatem a anemia e actuam sobre as doenças da pele.
7.    PARA OS OSSOS — Águas ricas em cálcio e magnésio. Com mais de 150 mg/l de magnésio, contribuem para a mineralização dos ossos e dentes. São muito recomendáveis durante a menopausa.
publicado por Flor às 19:45
tags:

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO